“Um Lugar Para os Apaixonados por Séries”

Seja bem vindo! | Versão: 2.o

1 de Fevereiro de 2018 Destaques Filmes Review
Resenha | Mudbound – Lágrimas Sobre o Mississippi
Resenha | Mudbound – Lágrimas Sobre o Mississippi (Reprodução)

Resiliência.

» Siga o SOS no Facebook , Instagram e no Twitter e receba todas novidades das séries! «

Essa é a palavra que melhor descreve esse filme. Resiliência da audiência de aguentar um início de filme arrastado que se foca em dar a história de vida dos personagens, e resiliência dos protagonistas, cujo sofrimento advém das fontes mais sordidas e podres da história humana.

Por mais que o começo do filme seja arrastado sim, ele garante uma transição interessante de perspectiva que garante ao filme uma abordagem única e demonstra a capacidade de direção de Dee Rees.

Iniciamos o filme com o desabroxar da vida romântica de Laura (Carey Mulligan), uma mulher branca que encontra nos bailes da cidade aonde vive, um homem de nome Henry, que acaba por se tornar seu futuro marido. Henry McAllan (Jason Clarke), por sua vez, a leva para morar em uma fazenda, aonde nos deparamos com a família Jackson, uma tradicional família negra rural do Mississipi, e que trabalharia para os McAllan.

Passado por esse início, finalmente a história engata e nos conquista, pois passamos a acompanhar mais de perto os verdadeiros protagonistas desse filme: o irmão de Henry, Jamie McAllan (Garrett Hedlund); e Ransel Jackson (Jason Mitchell), filho mais velho da família Jackson. Ambos voltam como combatentes americanos da Segunda Guerra Mundial.

O roteiro foge do cliché de filmes com a temática racismo e “amor e camaradagem supera qualquer situação” porque mostra as consequências brutais dessa situação e não apresenta saídas fáceis e romatizadas, tudo é extremamente viceral e real nesse filme e não temos certeza em momento algum se haverá um final feliz para nenhum dos personagens.

Sobre esse filme, só consigo concluir que, as frases proferidas e o contraste do soldado negro que tinha mais liberdade lutando contra a Alemanhã nazista do que dentro do próprio país, são todos elementos que te prendem e fazem desse um dos melhores filmes do ano e merecia estar em bem mais categorias do Oscar do que atualmente está.

Confira outras resenhas de filmes aqui.

SOS | Outras Notícias Relacionadas:
Comentários
Queremos saber o que você pensa! Este espaço é especialmente para você deixar seus comentários. Deixe sua opinião e nos ajude a construir um Sons of Series cada vez melhor e mais completo. Debates são super bem vindos, desde que as opiniões sejam respeitadas e expressas de maneira educada e sem ofensas gratuitas. Caso observe qualquer tipo de conteúdo preconceituoso ou ofensivo, por favor, não exitem em nos contactar!