“Um Lugar Para os Apaixonados por Séries”

Seja bem vindo! | Versão: 2.o

26 de Janeiro de 2018 Destaques Review Séries
Crítica | Grace and Frankie transborda amor e “good vibes” – 4ª Temporada
Crítica | Grace and Frankie transborda amor e “good vibes” – 4ª Temporada (Reprodução)

Precisamos falar da 4ª temporada de Grace and Frankie!

» Siga o SOS no Facebook , Instagram e no Twitter e receba todas novidades das séries! «

A Netflix começou 2018 com o pé direito, disponibilizando mais uma temporada da deliciosa comédia protagonizada por Jane Fonda e Lily Tomlin. Com as duas comandando a série, e um elenco secundário de deixar qualquer um morrendo de vontade de entrar dentro da tela e fazer parte das loucuras dessa família diferentona, mais uma vez temos que admitir que ganhamos uma temporada excelente, com todas as risadas e lágrimas que só Grace and Frankie consegue nos trazer.

Diferente das temporadas anteriores, nesta pudemos ver um lado mais inseguro de Grace e a forma que isso tudo foi mostrado na série é – no mínimo – maravilhoso. Ver uma mulher poderosa, elegante e independente demonstrar insegurança e vulnerabilidade torna a série ainda mais próxima do público, fazendo com que cada um consiga se identificar com a personagem seja em seu pior ou melhor momento. O medo da idade chegando provoca tantos sentimentos em Grace, que é impossível não parar para refletir um pouco na forma que lidamos com a vida e que tratamos quem já tem um pouco mais de experiência.

A série consegue colocar de uma forma bem legal que quem está ali hoje com 50, 60 ou 70 anos já teve 20 e tudo bem que sabemos isso, mas acredito que nem sempre consideramos como essa experiência tão grande de vida afeta nas decisões das pessoas mais velhas que nos rodeiam. O companheirismo que ganha mais espaço no coração dessa “megera”, a consciência de que não só ela precisa de ajuda, mas de também se sentir limitada em ajudar sua amiga e muitas outras cenas preciosas nos trouxeram um dos lados mais sensíveis e bonitos da personagem… E tudo isso misturado em um monte de risadas e amor, é claro.

Frankie é uma que teve um desenvolvimento um pouco menor. Acredito que por mais que o amor pela personagem seja grande e o fato de já temos “aceitado” seu comportamento impulsivo não significa que novos obstáculos e cenários diferentes não podem ser colocados. A imaturidade – ou somente impulsividade, vai da interpretação de cada um – de Frankie irrita as vezes e é um ótimo teste para a paciência dos telespectadores. Porém, a contra parte, temos sua crise existencial que a leva as cenas mais cômicas e maravilhosas da série.

A 4ª temporada de Grace and Frankie teve ótimas cenas da dupla de amigas “velhotas” mais amadas pelo público, mas com certeza as cenas individuais foram as que roubaram a cena aqui. A diferença gritante das duas protagonistas fazem a série fluir de uma maneira inexplicável. Coisa que não acontece com Sol e Robert. O casal parece forçado, em um relacionamento que pode ser considerado em muitos aspectos abusivo e que mostra de forma errônea o que é necessário ou prioridade em um relacionamento entre homossexuais. É ótimo quererem mostrar o ciúme e os problemas que as personalidades tão “únicas” dos dois traz para o relacionamento, mas parece que a solução dos problemas aqui foi bem preguiçosa e desnecessária. Seria interessante ver o casal afastado em breve e tentando melhorar a situação, ao contrário de quererem apenas inserir um “brinquedo” para distração de ambos.

Quem também foi grande decepção nessa temporada foram Brianna, Mallory, Coyote e Bud. Apesar de renderem inúmeras cenas ótimas durante a 4ª temporada de Grace and Frankie, os personagens tomaram uma atitude radical demais, trataram nossas queridas da forma mais “fácil” e usaram de manipulação para isso. É interessante ver isso vindo de personagens que são tão queridos pelo público, será muito legal acompanhar o desenvolvimento dessa relação que agora está abalada de uma maneira que talvez não tenha volta, ou pelo menos uma solução tão rápida.

Por último quero falar da nossa pérola preciosa da temporada: Nick. O personagem cresceu tanto e conquistou rapidamente um lugar no coração dos fãs. Nick não é o que pensamos, muito pelo o contrário… Ele demonstra todo o carinho e apoio que Grace sempre mereceu, aguenta a troca de humor constante e ajuda a construir uma relação segura e sem mentiras ou ilusões. Um ótimo exemplo não só para a personagem mas para quem acompanha e procura uma definição de “bom companheiro”. Nick foi a grande (ótima) surpresa da temporada e queremos muito mais.

Leia mais sobre Grace and Frankie aqui.

Comentários
Queremos saber o que você pensa! Este espaço é especialmente para você deixar seus comentários. Deixe sua opinião e nos ajude a construir um Sons of Series cada vez melhor e mais completo. Debates são super bem vindos, desde que as opiniões sejam respeitadas e expressas de maneira educada e sem ofensas gratuitas. Caso observe qualquer tipo de conteúdo preconceituoso ou ofensivo, por favor, não exitem em nos contactar!