“Um Lugar Para os Apaixonados por Séries”

Seja bem vindo! | Versão: 2.o

15 de Dezembro de 2017 Destaques Eventos Review
#CCXP2017: Premiere de Bright no painel da Netflix!


#CCXP2017: Premiere de Bright no painel da Netflix! (Reprodução)

A Netflix é uma das grandes parceiras da #CCXP2017 e isso, todo mundo que já foi um dia no evento sabe. Pois esse ano não foi diferente, além de disponibilizarem diversas atividades para o público em seus estandes, a Netflix ainda liberou a pré-estreia do novo filme original do serviço de streaming que traz Will Smith como protagonista ao lado de Joel Edgerton, Bright.

» Siga o SOS no Facebook , Instagram e no Twitter e receba todas novidades das séries! «

Para quem não conhece o filme ou ainda não assistiu ao trailer do mesmo, Bright se passa em um futuro onde o mundo é habitado por diferentes espécies, um policial humano e seu parceiro orc encontram um artefato que os coloca no centro de uma profética guerra por território. Nisso, elfos, humanos e orcs criam uma pequena guerra para decidir quem tem o direito de ficar e usar as habilidades do artefato para o bem da sua espécie.

Bom, o novo filme da Netflix traz uma história interessante e consegue de forma inteligente nos fazer refletir sobre o racismo e como nos comportamos diante de situações diferentes e que envolvem minorias. A grande sacada aqui foi usar um protagonista negro, que tem tudo para ser um herói, como alguém racista com uma minoria que tomou o seu lugar no passado. A parte futurística do filme faz com que diálogos sejam possibilitados em debates aqui, sendo que em um filme normal é bem difícil pintar um negro como racista sem gerar uma discussão exagerada. A chegada de orcs, elfos, fadas, entre outras espécies, por incrível que pareça, traz essa discussão de forma saudável e não muito cruel.

Vemos no filme o preconceito que os orcs sofrem, a visão de alguém superior por parte dos humanos e é incrível o poder que o filme tem de nos fazer pensar sobre isso em um cenário atual. Por que algumas pessoas tratam outros seres humanos, a mesma espécie, como se fosse um Orc? Como se a história nos desse esse direito e por isso está tudo bem agir dessa maneira?! É de fato, bem interessante se visto por esse lado. Porém, a parte inteligente do filme acaba por aí… Infelizmente não temos o desenvolvimento necessário dos personagens para entendermos melhor suas motivações e crenças, o que dificulta na empatia. O Orc principal que tinha tudo para ser um excelente personagem a ser explorado é pouquíssimo visto e não chega a usar nem metade do seu potencial.

A mesma pobreza de desenvolvimento serve para as fadas e elfos. Sabemos o suposto poder de uma varinha e que são extintas do mundo de hoje, sendo assim algo a ser desejado por tudo e todos, porém é difícil entender tudo quando ao mesmo tempo que é jogada muita informação para o público, é pouco explicada e não faz muito sentido ao ponto de entendermos melhor a história por trás do que está acontecendo ali, agora. Talvez uma sequência do filme ajudaria a melhorar essa situação com mais explicações e a expansão do universo futurístico aqui mostrado, mas mesmo assim foi uma oportunidade perdida em Bright.

Fora o principal questionamento que abre portas para o debate, Bright se mostra um filme ralo de conteúdo e não consegue alcançar o seu potencial. Quanto as atuações e efeitos especiais não podemos reclamar, principalmente na parte dos efeitos em que tudo ficou perfeito ao ponto de vender mesmo esse visual de orcs e outras criaturas, mas não é nem perto do suficiente para o futuro que o filme quer vender.

#CCXP2017 Bright

Leia mais sobre o que rolou na #CCXP2017 aqui.

Comentários
Queremos saber o que você pensa! Este espaço é especialmente para você deixar seus comentários. Deixe sua opinião e nos ajude a construir um Sons of Series cada vez melhor e mais completo. Debates são super bem vindos, desde que as opiniões sejam respeitadas e expressas de maneira educada e sem ofensas gratuitas. Caso observe qualquer tipo de conteúdo preconceituoso ou ofensivo, por favor, não exitem em nos contactar!