“Um Lugar Para os Apaixonados por Séries”

Seja bem vindo! | Versão: 2.o

14 de Dezembro de 2017 Destaques Filmes Review
Resenha | Extraordinário (2017)


Resenha | Extraordinário (2017) (Reprodução)

Jacob Tremblay  conseguiu me cativar em 2015 com O Quarto de Jack, fiquei impressionado com sua atuação e achei que merecia uma indicação ao Oscar na época. Hoje assisti Extraordinário, e só se concretizou aquilo que já pensava antes: O menino tem um carreira brilhante pela frente! Espero que não seja daqueles atores mirins que desparecem quando crescem.

» Siga o SOS no Facebook , Instagram e no Twitter e receba todas novidades das séries! «

Extraordinário conta a história de Auggie Pullman, um menino que tem o rosto deformado desde o nascimento. Tendo que parar de estudar em casa, o nosso protagonista precisa lidar com a ideia de frequentar escola e encarar o possível preconceito.

O primeiro take do filme é o menino vestido de astronauta pulando suavemente em um fundo colorido. Cores vivas e uma fotografia quente trazem uma sensação de positividade e alegria. Coisa que vamos perceber nos minutos iniciais do longa quando conhecemos a família de Auggie (Tremblay). É uma família extremamente unida a primeira vista, que carregam a casa com bom humor e preocupação. Quando acompanhamos o menino saindo dessa zona de conforto tememos muito pelo que o aguarda na escola.

O mais interessante é que mesmo com um tema forte, o diretor Stephen Schbosky consegue guiar a trama com muita leveza e humor. As referências de Star Wars deixam a trama lúdica o suficiente para atrair as crianças. O que é ótimo, pois crianças precisam ver esse filme. Arrisco até dizer que esse filme é importante para elas, pois o roteiro faz questão de nunca vilanziar alguém. Todos tem seus motivos para terem atitudes reprováveis, como criação dos pais, problemas familiares etc… Isso faz a criança que que já riu de algum colega por a mão na consciência e talvez deixar de fazer o que faz. E também ajuda a criança que sofre preconceito a lidar com tudo e até o adulto que pode perceber algo que está fazendo de errado na crianção de seu filho.

O filme nos coloca na cabeça de vários personagens secundários e nenhum deles saiu melhor que a Julia Roberts. Uma mulher que ama a sua família, mas que  no fundo você enxerga todo peso que ela carrega nas costas. É uma ótima atuação e é a que mais se destaca do elenco. O mesmo não posso dizer do Owen Wilson que faz o cara bacana de sempre, mas não se destaca do resto do elenco. As crianças desse filmes são ótimas, nem as mais “nojentas” conseguem nos fazer pegar raiva por serem tão carismáticas.

O roteiro se perde quando resolve colocar várias subtramas mal concluídas no filme. Por exemplo, existe uma cena onde a mãe diz para seu filho que Auggie é o menino da sorveteria. Isso faz o garoto que ouve a mãe aceitar  algo importante. Mas em nenhum momento mostra a cena da sorveteria e acaba que esse elemento fica avulso e até sem sentido no filme.  Isso acontece também na cena que envolve um cão que precisava ter uma relação mais trabalhada. São muitos momentos assim que fazem o filme se perder, pois sempre fica a sensação que cortaram as cenas que ajudaria essas citadas a fazer sentido.

Extraordinário é um filme que cai pequenos tombos, mas consegue nos fazer refletir sobre muitas coisas. Em como tratamos as pessoas, em como nossas palavras podem ferir e por ai vai. Durante o filme me peguei pensando -e chorando- que é apenas os seres humanos conseguirem conversar e se colocar no lugar do outro para entender cada lado da moeda e tornar o mundo um lugar melhor. Mas infelizmente lembrei que ainda há pessoas por ai que insistem em afirmar que o bullying é importante. Pelo menos consegui ter fé na humanidade por uns cinco minutos

 

 

 

 

 

 

Comentários
Queremos saber o que você pensa! Este espaço é especialmente para você deixar seus comentários. Deixe sua opinião e nos ajude a construir um Sons of Series cada vez melhor e mais completo. Debates são super bem vindos, desde que as opiniões sejam respeitadas e expressas de maneira educada e sem ofensas gratuitas. Caso observe qualquer tipo de conteúdo preconceituoso ou ofensivo, por favor, não exitem em nos contactar!