“Um Lugar Para os Apaixonados por Séries”

Seja bem vindo! | Versão: 2.o

18 de Agosto de 2017 Review Séries
Crítica | Orphan Black – 5ª Temporada: Adeus sestras!


Crítica | Orphan Black – 5ª Temporada: Adeus sestras! (Reprodução)

A dor no peito é grande, mas chegou a hora de falar sobre a despedida de nossas sestras preferidas, Clone Club.

» Siga o SOS no Facebook , Instagram e no Twitter e receba todas novidades das séries! «

Na semana passada tivemos que nos despedir de uma das séries mais queridas pelo público: Orphan Black. Foram cinco temporadas de pura emoção onde aprendemos as características de cada personagem, o passado e aprendemos a amá-las e a tê-las como nossas sestras.

Além de nos apresentar a rainha da atuação Tatiana Maslany, Orphan Black serviu para unir um público fascinado por ficção. Com uma trama bem diferente do que estávamos acostumados a ver em outras séries, a história de Sarah, Cosima, Alison, Helena, Rachel e milhares de outras clones cativou o público de uma maneira inexplicável e com isso, com certeza foi muito difícil encarar o final definitivo dessa série.

No último episódio da aventura de nossas sestras Maslanys tivemos a resposta de algumas coisas, a morte de alguns personagens (alguns que foram tarde, né) e, infelizmente, algumas pontas soltas. Porém, o episódio conseguiu ser satisfatório e fugiu um pouco do que as pessoas esperavam. Mas para não faltar nada, vamos uma personagem de cada vez para cobrirmos tudo o que é importante mencionar sobre esse series finale.

Helena

Helena foi uma das que tiveram maior destaque durante esse episódio final. Com ela escondida durante a gravidez, não tivemos muito a presença da personagem nessa temporada e isso foi compensado aqui. Helena teve um parto maravilhoso com a ajuda de sua sestra Sarah, e eu achei muito legal eles levarem até o final essa conexão quase que sobrenatural que ela tem com a Sarah. Uma das cenas mais bonitas do episódio foi das duas no trabalho de parto, com o Art claro, e acredito que no final ficamos com uma Helena mais “humanizada”, apesar de ainda ter hábitos esquisitos e um jeito pra lá de exótico. Com certeza Donnie e Arthur, ou Orange Purple terão uma vida muito feliz com a mãe e é isso que sempre desejamos para a nossa esquisita.

Sarah

A nossa protagonista conseguiu nos irritar até o final. Com uma teimosia que pelo visto não tem cura, Sarah se mostrou resistente ao amadurecimento… Com a morte de S não dava para pedir muito da rebelde sem causa, mas no final, apesar de irresponsável, a personagem parece conseguir finalmente se abrir e deixar suas irmãs entrarem na sua vida e nos seus pensamentos, o que pode ser muito bom para o seu desenvolvimento. Eu só achei que faltou um pouco desse desenvolvimento já em tela com a Sarah, visto que outras (como Helena mesmo, citada acima) conseguiram progredir mesmo que com poucos acontecimentos. A esperança que fica é que Sarah finalmente conseguiu se aceitar e deu uma vida normal a Kira.

Alison

A nossa dona de casa do subúrbio não apareceu muito durante o último episódio. Na verdade, Alison ficou muito apagada durante toda essa temporada e aquele cabelo dela simplesmente não desceu. Talvez pelo o fato das tramas anteriores envolvendo o casal com assassinatos e perseguição já terem dado bastante destaque, os produtores acharam melhor deixar Alison de escanteio e apenas presente nos momentos importantes e reuniões. O único foco que a personagem teve foi quando confrontou a Sarah e teve uma resposta bem de briga de “irmãs” e foi isso. Pelo menos a personagem nos entregou, na maioria das vezes, o núcleo de comédia que a série precisava e ficará no coração dos fãs assim.

Cosima

Uma que se deu mais mal e se recuperou, dando a volta por cima e conseguindo uma vida feliz ao lado de suas sestras e seu amor, Delphine, foi Cosima. A nerd do grupo trabalhou para conseguir a cura da doença que estava matando as “leda” e mostrou a sua importância na série. Acredito que Cosima foi a que teve o destino mais legal da série, com um pouco da sua jornada pelo mundo vacinando suas irmãs sendo mostrado no final, a personagem atingiu o seu objetivo e ainda conseguiu tudo com a francesa mais linda ao seu lado.

Rachel

Agora sobre a sestra mais odiada de todas, nossa clone de um olho só: Rachel. Apesar de ter sido odiada por muitos e ter feito muita merda durante todas as temporadas, o final da Rachel me deixou bem triste. Todos sabemos que as atitudes da personagem vieram devido a um passado já sombrio, onde sempre esteve ciente do que era e de todo o projeto, até mesmo contribuindo para o estudo e sacrifício de suas irmãs… Não tem como defender muito a loira, porém, nos últimos episódios ao ajudar Sarah, Kira e S, tivemos a chance de ver um lado mais humano de Rachel. Após isso, ver ela acabando sozinha, totalmente excluída do Clone Club não foi fácil mas não poderíamos esperar mais do que isso, não é mesmo?!

Quando aos outros personagens, como o episódio foi bem corrido e a temporada em si focou mais no acampamento bizarro lá onde Judas perdeu as botas do que em outra coisa, tivemos um “resumão” de todos. Pelo visto todo mundo continuou bem unido… Na cena do chá de bebê da Helena na casa de Alison, conseguimos ver a galera principal como Art, Donnie, Scott, Delphine e as crianças todas ali. Não tinha muito o que falar sobre essas pessoas citadas, exceto Kira, que poderia ter algo a mais revelado por aí. O fato dela “sentir” as outras sestras quando estavam mal e/ou bem deu a impressão de algo mais grandioso, porém a personagem ficou ali apagada mesmo. S infelizmente se foi e na minha opinião, apesar de uma das perdas mais difíceis da série, foi no momento certo para seus filhos seguirem em frente.

Seria interessante ver um pouco mais sobre as outras sestras reveladas no final do episódio. Sabemos que temos um número considerável no Brasil – o segundo país com mais fãs da série, ficando logo atrás dos Estados Unidos, recebendo uma homenagem bem bacana – e outras pelo mundo a fora. Sabemos a capacidade de Tatiana Maslany em criar inúmeras identidades, então seria bem legal ver outras personagens, porém a série acabou no momento certo.

Sentiremos falta, com toda a certeza, porém um final planejado é melhor do que qualquer ganância de emissora, não é mesmo?! (Estamos falando com vocês ABC e CW!)

Comentários
Queremos saber o que você pensa! Este espaço é especialmente para você deixar seus comentários. Deixe sua opinião e nos ajude a construir um Sons of Series cada vez melhor e mais completo. Debates são super bem vindos, desde que as opiniões sejam respeitadas e expressas de maneira educada e sem ofensas gratuitas. Caso observe qualquer tipo de conteúdo preconceituoso ou ofensivo, por favor, não exitem em nos contactar!