“Um Lugar Para os Apaixonados por Séries”

Seja bem vindo! | Versão: 2.o

Vale a pena maratonar de novo: Spartacus
Vale a pena maratonar de novo: Spartacus (Reprodução)

Chego a suspirar pra falar de Spartacus porque o tanto que eu amo essa série não tá no gibi! Só de falar nela já fiquei com vontade de rever tudo e sentir todas as emoções que ela me fez sentir em suas 3 temporadas e 1 spin off. O triste é que quase não vejo ninguém falando dessa série maravilhosa da Starz, o que é horrível pois Spartacus tem tudo o que uma série precisa pra ser mara: excelente história, excelentes atores, um estilo visual único, drama, ação, romance (BEM HOT), plot twists… bem, na minha opinião, é completa!

» Siga o SOS no Facebook , Instagram e no Twitter e receba todas novidades das séries! «

A série é baseada na história real de Spartacus que, após ser escravizado e obrigado a lutar como gladiador pelos romanos, liderou uma rebelião de escravos que por pouco não derrotou o Império Romano. Sim, apenas isso, um cara foda que liderou uma das maiores revoltas da época da Roma Antiga, e sim, foi uma história real. Claro que é tudo mais romantizado na série, mas basta pesquisar um pouco para ver o quão fiel é a adaptação dessa história incrível e o quão tudo é bem ambientado. Aliás, uma curiosidade, pra quem não tem muita paciência pra séries, tem um filme de 1960 dirigido por ninguém mais, ninguém menos que Stanley Kubrick (oh yeah) e protagonizado por Kirk Douglas. CLASSICÃO!

Resultado de imagem para spartacus

EMISSORA: Starz
INÍCIO: Janeiro/2010
FINAL: Abril/2013
GÊNERO: Drama, aventura, ação (muita ação e muito sangue)
ELENCO: Andy Whitfield, Liam McIntyre, Lucy Lawless, Manu Bennett, John Hannah, Dustin Clare, Peter Mensah.
SINOPSE: Traído pelos romanos, forçado à escravidão e renascido como gladiador. A clássica história do mais famoso rebelde da república volta à vida nessa nova série de ação e visual impactante: Spartacus: Blood and Sand. Tirado de sua terra natal e arrancado do convívio da mulher que ama, Spartacus é condenado a viver no mundo brutal da arena, onde o sangue e a morte são os principais entretenimentos do povo. Mas nem todas as batalhas são lutadas sobre a areia. Traições, corrupção e a abundância de prazeres sensuais vão constantemente testar Spartacus. Para sobreviver, ele deve ser mais do que um homem; mais do que gladiador; ele deve ser uma lenda.

PORQUE MARATONAR?

PORQUE É FODA hahaha! Sério, se você curte Game of Thrones, The Walking Dead, enfim, séries com efeitos especiais únicos, muita ação, reviravoltas, cenas beeeeem quentes, sangue (muito sangue) e, claro, uma história boa pra caralho, Spartacus é a série pra você. Quem já viu sabe muito bem do que to falando! Os efeitos visuais de Spartacus remetem ao filme 300 e, apesar de no início causar bastante estranhamento, o visual vai melhorando e se tornando uma das principais identidades do programa. Aos poucos você vai percebendo que a série não teria o mesmo impacto se não fossem os efeitos especiais, um pouco exagerados, mas que trazem a dose de drama e emoção na medida certa e faz tudo ficar muito mais intenso.

A série durou apenas 3 temporadas, com um spin off no meio, mas foi o tempo certo para entregarem uma história completa, bem feita, sem pontas soltas e com um final triste, porém redondinho e digno para toda a magnitude daquela aventura. E quando eu digo digno, eu quero dizer um final que desperta todos os tipos de emoção no seu coraçãozinho, desde felicidade à tristeza. No meu caso, eu chorei que nem um bebê no último episódio. Me diz que outra série de ação causa esses sentimentos todos?

Ah, para quem ta pensando em maratonar pela primeira vez é importante que a série seja vista na seguinte ordem: Spartacus – Blood and Sand, Spartacus – Gods of The Arena, Spartacus – Vengeance e Spartacus – War of The Damned. É importante dizer que o ator principal na primeira temporada, Andy Whitfield, foi diagnosticado com câncer e durante seu tratamento ele não pôde gravar a série. Para suprir esse buraco, a emissora lançou o spin off Gods of The Arena entre a primeira e a segunda temporada. A minissérie de 6 episódios foi tipo um prequel e mostrou acontecimentos anteriores aos da primeira temporada, até mesmo com um protagonista diferente. Porém, Andy não resistiu à doença e veio a falecer :(((((( uma grande perda, era muito jovem e um excelente ator. Por esse motivo, na segunda temporada (Vengeance) temos um ator diferente no lugar de Spartacus, Liam McIntyre, que não deixa em nada a desejar, apesar de causar um estranhamento no início, pois Andy era extremamente carismático.

Foi um acontecimento mega triste e que poderia ter destruído a série. Por sorte os produtores tiveram bastante cuidado na escolha do substituto e posso atestar que Liam cumpre muito bem seu papel e dá continuidade ao legado que Andy deixou. Mas voltando ao enredo, toda a jornada de Spartacus desde um gladiador escravo até se tornar um líder revolucionário é recheada de lutas muuuuuito bem feitas, beeem sangrentas e emocionantes, personagens incríveis e todos com muita relevância para a história. Aliás, foco em Lucretia, interpretada pela eterna Xena, Lucy Lawless. A personagem é surreal, muito complexa, tem plots fodas e mind blowings e Lucy dá um show de atuação na pele da romana.

Fora que, mesmo sendo uma série de ação, a trama não se resume apenas em lutas e batalhas, mas também nos jogos políticos da Roma Antiga que consistem em muitas traições e planos mirabolantes de busca pelo poder. Alguns personagens não tem escrúpulos e você vai amá-los por isso, outros são justos demais e você vai amá-los por isso também, hahaha. Além disso, temos romances hiper calientes e cenas bem explícitas, porém não chego a dizer apelativas pois a vida na Roma daquela época era bem assim, repleta de luxúria e, de certa forma, libertinagem. Digamos que não é uma série muito família hahahaha, mas nada é jogado à toa, tudo que é abordado nos plots tem relevância pro desenvolvimento da trama, até mesmo as cenas de sexo.

Cara, só posso garantir que a experiência de assistir Spartacus é única e se eu pudesse definir a série com uma palavra seria: emoção. Logo eu, que não ligo para produções de ação, sou apaixonada por essa belezinha e, para mim, é fácil uma das melhores coisas já produzidas pela TV. Costumo indicar para fãs de GOT pois pra mim são séries bem compatíveis, apesar de terem ainda muita diferença. Mas veja bem, a história de Spartacus é milenar, tenho certeza que George R. R. Martin pegou pelo menos um pouco de inspiração para criar GOT, afinal, o que mais tem em GOT são inspirações históricas. Enfim, acho que eu mesma, Andrea Mello, vou agora pra Netflix (sim, tem a série completinha na Netflix) e e começar a maratonar de novo porque bateu uma saudaaaaade *-*

 

 

 

Comentários
Queremos saber o que você pensa! Este espaço é especialmente para você deixar seus comentários. Deixe sua opinião e nos ajude a construir um Sons of Series cada vez melhor e mais completo. Debates são super bem vindos, desde que as opiniões sejam respeitadas e expressas de maneira educada e sem ofensas gratuitas. Caso observe qualquer tipo de conteúdo preconceituoso ou ofensivo, por favor, não exitem em nos contactar!