“Um Lugar Para os Apaixonados por Séries”

Seja bem vindo! | Versão: 2.o

6 de julho de 2017 Audiência Destaques Review
Crítica | Porque tantas séries foram canceladas na temporada 2016-2017?


Crítica | Porque tantas séries foram canceladas na temporada 2016-2017? (Reprodução) canceladas
Isadora Santos

Acho que é impossível passar por 2016-2017 como um aficionado por séries e não ter sofrido uma grande perda nesta temporada. E talvez isso nos faça perguntar: o que está ocorrendo? Será que meu gosto está piorando a ponto de eu estar consumindo séries de qualidade duvidosa? Não, meus caros. O que está acontecendo é que a televisão está cancelando mais do que cancelava a alguns anos. E talvez nós não sentíssemos tanto antes quanto sentimos agora, quando é tão fácil ter um aplicativo que controla em que episódio você parou em cada série, ou quando temos serviços de streaming e a revolução que é assistir televisão on demand. O problema não é que você consuma pior, o problema é que você consome mais. E assim, nota de maneira mais fácil quando várias das suas séries começam a sumir de uma só vez.

» Siga o SOS no Facebook , Instagram e no Twitter e receba todas novidades das séries! «

É impossível negar como a evolução da televisão e de como consumimos televisão e de como lidamos com diversas mídias vem mudando de maneira brusca nos últimos anos. Se antes tínhamos que esperar pela tradução, legendagem e ter sorte (!) de estar na frente da televisão na hora certa para ver aquele episódio de Friends; ou desembolsar quantias antes exorbitantes por um mero box de uma temporada; agora temos qualquer uma dessas séries na ponta de nossos dedos, por meros R$ 30 reais ao mês. E talvez a primeira vista nós não nos demos conta de quanto isso impacta a forma como consumimos e como lidamos com o que consumimos, mas é bem claro ao analisarmos o fenômeno do cancelamento nas televisões e serviços de streaming.

Nós nos tornamos impacientes. Se a série não nos agrada logo nos primeiros minutos, pra que vamos nos alongar na tortura de dar mais cinco minutos de chance? Pra que? Logo quando temos mais inimagináveis horas de conteúdo a nossa disposição? Cobramos por cada vez maiores níveis de qualidade, de velocidade, de aprimoramento. Cobramos. E deixamos de lembrar como funciona a base de uma boa história.

E meus caros, uma boa história leva tempo.

Mas talvez a culpa não seja só da nossa ansiedade e da nossa pressa. É bem óbvio como a televisão aberta nos Estados Unidos levou uma brutal porrada dos serviços de streaming, mas principalmente, do investimento que a Netflix vem tendo nos seus chamados Originais Netflix, que vem despontando com cada vez mais qualidade, atores de ponta, e contratos com empresas como a Marvel, para expansão de universos nerds que até então, nunca seriam expandidos pela televisão aberta. A verdade é: como você compete com um serviço barato, e que oferece o que o espectador quer, na hora que ele quer, e na quantidade que ele quer? Porque além de qualidade, nos tornamos monstros da nossa própria gula, e queremos tudo, na mesma hora. Um episódio por semana? Que tortura, televisão aberta!

Eu não sou contra a netflix. Mas sou contra como não temos apreciado de verdade todos os aspectos de várias séries, independente de onde elas venham. E é por isso que temos absurdos, como Doubt, cancelada depois de 2 episódios (!). Quem entendeu a proposta de uma série depois de 80 minutos? Quem pode dizer que entende a profundidade dos personagens ou pro que ela veio, depois de meros dois episódios que nem introdutórios foram completamente? Será que nos tornamos tão consumistas, que se a história não foi contada em 2 episódios, ela não vale a pena?

E não se enganem: nem a Netflix, nem a televisão aberta americana está nem aí para o que gostamos de assistir. Enquanto as séries fazem sucesso e dão mais retorno do que arriscar em algo novo, elas são renovadas. E se a perspectiva de algo novo for melhor do que aquela série traz no agora, elas são canceladas sem pensar duas vezes. Esse foi o caso de Sense8, que fazia um grande sucesso em alguns núcleos sociais, mas que aparentemente estava sendo mais cara que o retorno obtido. As televisões sempre se basearão nessa matemática para definir sua programação, mas é inegável que quanto mais críticos e vorazes nós, como audiência, ficarmos, menos eles vão considerar renovações. Vamos a lista de dor e sofrimento?

TV ABERTA
“2 Broke Girls” (CBS)
“24: Legacy” (FOX)
“American Crime” (ABC)
“American Gothic” (CBS)
“APB” (FOX)
“Aquarius” (NBC)
“The Blacklist: Redemption” (NBC)
“BrainDead” (CBS)
“The Carmichael Show” (NBC)
“The Catch” (ABC)
“Celebrity Name Game” (syndicated)
“Chicago Justice” (NBC)
“Conviction” (ABC)
“Criminal Minds: Beyond Borders” (CBS)
“Doubt” (CBS)
“Downward Dog” (ABC)
“Dr. Ken” (ABC)
“Emerald City” (NBC)
“Frequency” (The CW)
“The Great Indoors” (CBS)
“Imaginary Mary” (ABC)
“Last Man Standing” (ABC)
“Making History” (FOX)
“Mercy Street” (PBS)
“Notorious” (ABC)
“No Tomorrow” (The CW)
“The Odd Couple” (CBS)
“Pitch” (FOX)
“Powerless” (NBC)
“Pure Genius” (CBS)
“Ransom” (CBS)
“The Real O’Neals” (ABC)
“Rosewood” (FOX)
“Scream Queens” (FOX)
“Secrets and Lies” (ABC)
“Sleepy Hollow” (FOX)
“Son of Zorn” (FOX)
“Time After Time” (ABC)
“Training Day” (CBS)
“You the Jury” (FOX)

TV À CABO / STREAMING
“Aftermath” (Syfy)
“Any Given Wednesday” (HBO)
“Best Friends Whenever” (Disney)
“Blunt Talk” (Starz)
“Brad Neely’s Harg Nallin Sclopio Peepio” (Adult Swim)
“Eyewitness” (USA)
“The Get Down” (Netflix)
“Girlboss” (Netflix)
“Girl Meets World” (Disney Channel)
“Good Girls Revolt” (Amazon)
“Guilt” (Freeform)
“Impastor” (TV Land)
“Incorporated” (Syfy)
“The Knick” (Cinemax)
“Loosely Exactly Nicole” (MTV)
“Man Seeking Woman” (FXX)
“Marco Polo” (Netflix)
“Mary + Jane” (MTV)
“Million Dollar Extreme Presents: World Peace” (Adult Swim)
“Murder in the First” (TNT)
“Not Safe with Nikki Glaser” (Comedy Central)
“The O’Reilly Factor” (Fox News)
“Outsiders” (WGN America)
“Quarry” (Cinemax)
“Salem” (WGN America)
“Sense8” (Netflix)
“Sweet/Vicious” (MTV)
“Underground” (WGN America)

(A lista foi extraída do TVbytheNumbers).

Comentários
Queremos saber o que você pensa! Este espaço é especialmente para você deixar seus comentários. Deixe sua opinião e nos ajude a construir um Sons of Series cada vez melhor e mais completo. Debates são super bem vindos, desde que as opiniões sejam respeitadas e expressas de maneira educada e sem ofensas gratuitas. Caso observe qualquer tipo de conteúdo preconceituoso ou ofensivo, por favor, não exitem em nos contactar!