“Um Lugar Para os Apaixonados por Séries”

Seja bem vindo! | Versão: 2.o

20 de Maio de 2017 Quadrinhos Review
Review: HQ Nacional “Syam”, um Envolvente Banho de Sangue


Review: HQ Nacional “Syam”, um Envolvente Banho de Sangue (Reprodução)

 

» Siga o SOS no Facebook , Instagram e no Twitter e receba todas novidades das séries! «

Com um plano de fundo que por si só já deixa o enredo original e instigante, somado à trama principal e à arte bem feita, Syam empolga e deixa leitor ansioso para o número 2.

Criado pelo brasileiro Marcelo Bruzzesi, com a arte de Rui Silveira e cores de Rod Fernandes, a história se passa em um planeta Terra do futuro, não um futuro longe com várias tecnologias etc, mas um futuro próximo que acaba de encontrar a solução para a morte prematura dos seres humanos. É que o homem exagerou tanto na poluição, radiação e bobeiras que fez com que vários recém-nascidos fossem gerados com um câncer chamado Black Doom em algum órgão. A solução é fazer com que assim que dois bebês nascem, eles sejam ligados entre si através de um chip chamado VSS, por exemplo, se o bebê A tem o coração com problemas e o bebê B tem o estômago defeituoso, o A e o B vão se ligar, suprindo um a necessidade do outro. O bebê B é o Syam (talvez um trocadilho com Siamês) do A e vice versa, se um morre o outro também tem o mesmo fim.

Capa de Syam publicada pela Instituto HQ.

Complexo e muito louco, não é? A melhor parte é que isso é só o plano de fundo da história: Acompanhamos o desenrolar da trama aqui através do protagonista, um assassino de aluguel! Ele é contratado para matar pessoas, mas, para não ser pego, mata o Syam do alvo, ou seja, double kill. O interessante aqui é que ele tem uma esposa, grávida e que não sabe dessas atividades extras do marido. Há uma preocupação por sua parte em não fazer com que ela descubra. É um anti-herói serial killer cativante ao estilo Dexter, e, sendo essa ainda a primeira edição, é muito bom que esse sentimento já seja fixado no leitor. Você lê e logo no começo já se vê torcendo para o assassino protagonista.

Não pense que tirar a vida de alguém é fácil. Para mim, só há uma forma e ela se chama ódio. Cultive o ódio. Faça ele surgir em você. Porque o ódio ofusca o medo e te deixa cego para as consequências.

Bruzzesi, criador de Syam, e sua edição publicada pela Instituto HQ.

Além dessa história principal, a edição número 1 publicada pela Instituto HQ conta com cinco ótimos Spin-offs curtinhos que acrescentam informações sobre como diferentes pessoas lidam com o mundo em que estão inseridas, comentários do roteirista e capas alternativas nas páginas finais, bônus esses que não tinham na primeira publicação que foi vendida na Comic Con Experience de 2015. A editora permitiu os bônus, não alterou a visão artística do criador e ainda colocou em um encadernado bem feito considerando o custo-benefício.

Recheado de referências da cultura pop, de bandas como Misfits ao Pikachu e até Watchman, Syam marca a estreia na nona arte do publicitário Bruzzesi, premiado em solo nacional e internacional. É previsto para ter 4 volumes, e, sinceramente, depois do cliffhanger no final, o único apelo que me vem em mente é: Instituto HQ, lança logo o restante!

Obs. 1: Só eu que achei o assassino de aluguel a cara do Bruzzesi? Sério, coloca nele uma barba de lenhador, mais tatuagens, mancha as mãos com tinta vermelha, tira os óculos e você verá o protagonista de Syam em carne e osso. Assustador?

Obs. 2: Confira o vídeo que fiz no HQ Daora sobre Syam aqui:

Confira outras reviews de Quadrinhos:

Comentários
Queremos saber o que você pensa! Este espaço é especialmente para você deixar seus comentários. Deixe sua opinião e nos ajude a construir um Sons of Series cada vez melhor e mais completo. Debates são super bem vindos, desde que as opiniões sejam respeitadas e expressas de maneira educada e sem ofensas gratuitas. Caso observe qualquer tipo de conteúdo preconceituoso ou ofensivo, por favor, não exitem em nos contactar!