“Um Lugar Para os Apaixonados por Séries”

Seja bem vindo! | Versão: 2.o

16 de Abril de 2018 Destaques Notícia Séries
As Mulheres de Grey’s Anatomy: Arizona, Lexie e April


As Mulheres de Grey’s Anatomy: Arizona, Lexie e April (Reprodução) Arizona Robbins, Lexie Grey, April Kepner
Carolina Guedes

Como prometido na semana passada, essa semana falaremos de mais três personagens maravilhosas, ou melhor de três mulheres de Grey’s Anatomy que são puro exemplo e inspiração para as telespectadoras que acompanham as tragédias dessa série.

» Siga o SOS no Facebook , Instagram e no Twitter e receba todas novidades das séries! «

Hoje separamos três personagens que já não estão, ou pelo menos não estarão, disponíveis para novos episódios e que com certeza ficaram no coração do público por muito tempo ainda. Como a vida não é justa – coisa que Shondanás nos ensinou muito bem durante as últimas 14 temporadas – só nos resta relembrar alguns momentos e colocar essas personagens dentro de um potinho e nunca mais abrir.

Apesar de uma das citadas abaixo não agradar muita gente, acho difícil não conseguir identificar pontos positivos em todas elas e como elas podem sim inspirar muita gente para aflorar o melhor do ser humano e, é claro, mostrar o poder de uma mulher determinada seja na vida pessoal ou na profissão.

Arizona Robbins

As Mulheres de Grey's Anatomy

“Um bom homem na tempestade”, foi assimm que conhecemos a pediatra do sorriso mais mágico do Grey-Sloan. Arizona nos foi apresentada de forma encantadora e o que era para ser uma participação temporária acabou rendendo uma das melhores histórias de algumas temporadas da série. Uma homossexual assumida e sem medo de mostrar para todos quem é e como sua orientação sexual não afeta em nada no seu profissional, Arizona foi a representatividade que o público LGBT tanto precisava.

Uma mulher forte, com objetivos claros e como todo qualquer humano correndo o risco de cometer erros, essa personagem foi desde o exemplo perfeito de quem queremos ser, até o ser humano em total desespero, sem motivação e tomando as piores decisões possíveis. Apesar dos pesares, é importante lembrar de tudo de positivo que já foi apresentado através dessa personagem, seja a luta para a superação após uma mudança irreversível na vida, a garra para lutar por um relacionamento ou a postura em um ramo não levado a sério.

Arizona nos ensinou que sempre existe alguma opção e uma das coisas mais bonitas que veio com essa personagem, o amor incondicional por um filho independente de ser de sangue ou não. Uma humana com falhas como todos nós, mas com um poder enorme para conquistar tudo o que o mundo a oferece.

Lexie Grey

As Mulheres de Grey's Anatomy

Talvez a mais fofa de todas as listas já criadas de personagens femininas do mundo das séries, essa é Lexie Grey. A personagem que chegou de fininho conquistou o coração não só de Meredith mas também do público com seu jeito desengonçado e sua memória fotográfica, Lexie se mostrou totalmente o oposto de sua irmã com um coração gigantesco e a mente aberta para tudo e todos, passando por relacionamentos conturbados e mostrando que a amizade superava qualquer outro obstáculo.

Lexie não só nos inspirou com seu jeito meigo e carinhoso com os amigos, mas também com seu relacionamento épico com Mark Sloan. Um dos romances mais bem escritos de Grey’s Anatomy, mostrando uma mulher confusa, apaixonada e em conflito, foi com certeza uma porta para muitas se identificarem e rolarem no chão chorando quando ela tinha a cara quebrada pela vida, assim como todos nós.

Outro ponto fortíssimo em Lexie foi a determinação para manter sua família unida, não desistir daqueles que amava e principalmente por lutar por um relacionamento com sua irmã, independente dela querer ou não. Lexie nos mostrou que com muito amor e um jeitinho meigo é possível ver a vida de uma forma mais positiva, com bom humor e um sorriso no rosto.

April Kepner

As Mulheres de Grey's Anatomy

Outra mulher poderosa que Grey’s Anatomy nos apresentou foi April Kepner. A personagem provou que as aparências enganam e que a primeira impressão pode ser bem errada. Com um ódio imediato dos fãs, foi aos poucos que a cirurgiã conquistou o público e conseguiu virar o jogo mostrando o seu potencial tanto profissional como também com seus amigos e relacionamentos amorosos.

April nos ensinou a força de uma mulher não só para assumir quem é, mas seus ideiais e sua fé. Com uma história incrível de perda e recuperação de sua crença, a personagem foi explorada de forma genial, mostrando seu lado vulnerável e também a sua força quando determinada a cumprir um objetivo, seja em um exércicio de certificação ou uma cirurgia de trauma em um paciente recém chegado. April foi uma mãe, amiga, esposa e filha maravilhosa e conseguiu equilibrar tudo de uma maneira que só uma mulher aguenta, e ainda tem que sofrer questionamento pelas pessoas.

Muitos podem agradecer a saida de April Kepner, mas os últimos episódios só mostraram o potencial dessa guerreira que enfrenta tudo e todos, passando por cima do medo e conquistando tudo o que sempre quis para si e para sua família e amigos. Com toda certeza é uma mulher que ficará no nosso coração.

Deixem nos comentários quem mais vocês acham que merecem nosso amor e respeito nessa série com tantos ícones femininos maravilhosos.

Confira a primeira parte da coluna com Izzie, Cristina e Callie.

Comentários
Queremos saber o que você pensa! Este espaço é especialmente para você deixar seus comentários. Deixe sua opinião e nos ajude a construir um Sons of Series cada vez melhor e mais completo. Debates são super bem vindos, desde que as opiniões sejam respeitadas e expressas de maneira educada e sem ofensas gratuitas. Caso observe qualquer tipo de conteúdo preconceituoso ou ofensivo, por favor, não exitem em nos contactar!