“Um Lugar Para os Apaixonados por Séries”

Seja bem vindo! | Versão: 2.o

8 de setembro de 2017 Destaques Filmes Review
Resenha | IT – A Coisa
Sem mais traumas com adaptações .

Resenha | IT – A Coisa (Reprodução)

Acho praticamente impossível você não saber do que se trata esse post, até porque se você já ouviu a palavra “Terror” você já ouviu falar em Stephen King e consequentemente de IT – A Coisa, uma de suas principais obras. Me arrisco a dizer, que não seria uma loucura você dar uma olhada atrás de você nesse exato momento, pois enquanto você lê esse texto, Pennywise possivelmente está te observando…

» Siga o SOS no Facebook , Instagram e no Twitter e receba todas novidades das séries! «

Cena clássica da obra

O filme se passa no verão de 1989 na tranquila cidade de Derry onde algumas crianças desapareceram por conta das aparições do palhaço Pennywise, assim 7 amigos unem suas forças para impedir que os desaparecimentos e mortes continuem.” 

Bom pessoal, já para deixar bem claro, o post é SEM SPOILER — Então se você ainda não viu o filme, não precisa se preocupar.

Quem estava preocupado, pode ficar tranquilo! O trauma de péssimos remakes definitivamente foi superado.

O filme dirigido pelo argentino Andrés Muschietti (Mesmo diretor de MAMA) entregou o que prometeu — Relativamente melhor do que a última adaptação (1990), IT respeitou os fãs da obra e conseguiu um ótimo limiar entre o terror, drama e comédia.

A ideia de ver o filme pelo ponto de vista das crianças foi muito boa e bem executada, o que é mais importante — O diretor conseguiu trabalhar bem o diálogos (Destaque para Finn Wolfhard – O Mike de Stranger Things) e a gente consegue sentir a amizade e a corrente do “Loser’s Club”.

🙂

O elenco é fantasticamente bem selecionado, como já disse Finn Wolfhard fez um ótimo trabalho servindo de alívio cômico, Sophia Lillis (Bevve) se mostrou competente e muito madura na atuação interpretando a única menina do grupo e talvez a mais corajosa, e Jaeden Lieberher (Bill) mandou bem como líder do grupo. O restante do elenco infantil claramente tem menos tempo de tela, exceto Jack Dylan Grazer (Eddie) que tem um pouco mais de espaço, não deu para perceber se Wyatt Oleff (Stanley) e Chosen Jacobs (Mike) são bons atores como o restante. Mas ainda assim, TODOS conseguem passar a essência de Stephen King, a fase clássica do escritor como quando escreveu Conta Comigo é inconfundível. Quem já leu os principais livros dele ou até mesmo assistiu Stranger Things sabe bem como é…

E por último mas não menos importante, Bill Skarsgård está FANTÁSTICO como palhaço Pennywise — Apesar de ser muito diferente da atuação do Tim Curry (que eu particularmente não gosto muito) é muito bem feita. O sadismo e o sarcasmo junto com a crueldade formam um personagem épico. Provavelmente daqui 30 anos, IT de 2017 será lembrado com o mesmo carinho que lembramos do IT de 1990. É claro que algumas adaptações foram feitas, o que pode fazer os haters de plantão atacarem a produção do filme mesmo não fazendo muito sentido. As adaptações foram sutis e não comprometem em NADA o desenvolvimento nem dos personagens nem do enredo. Só fez tudo ficar ainda mais maneiro.

You’ll float too.

Uma coisa nítida, é a imersão do público com o universo do filme, a cada vez que o palhaço aparece o nosso susto é menor, a surpresa diminui e vamos percebendo que os truques do palhaço já não fazem mais sentido, e é assim que ele vai ganhando força. Da mesma maneira que o “Loser’s Club” MORRE de medo no começo e com o decorrer da história vai percebendo que as artimanhas de Pennywise não passam de ilusão, sentimos isso acontecendo também, realmente nos sentimos parte do clube. Essa experiência deixa tudo mais magnífico.

Como o filme realmente mostra o passado dos protagonistas e não lembranças, é provável que tenhamos uma continuação desta vez com os personagens já adultos (claro que depende da bilheteria). A minha primeira impressão foi virar o nariz, mas depois do que o primeiro filme apresentou, COM CERTEZA vale a pena.

Outra coisa, não se esqueça de olhar para trás mais uma vez 🙂

SOS | Outras Notícias Relacionadas:
Comentários
Queremos saber o que você pensa! Este espaço é especialmente para você deixar seus comentários. Deixe sua opinião e nos ajude a construir um Sons of Series cada vez melhor e mais completo. Debates são super bem vindos, desde que as opiniões sejam respeitadas e expressas de maneira educada e sem ofensas gratuitas. Caso observe qualquer tipo de conteúdo preconceituoso ou ofensivo, por favor, não exitem em nos contactar!